Translate

quarta-feira, 11 de março de 2015

CONHECENDO A REGIÃO SUL DO BRASIL - parte II

FOZ DO IGUAÇU - PR

Esta foi a segunda e última parte de nossa Viagem ao Sul do Brasil, com direito a uma esticada até o Paraguai. 
FOZ DO IGUAÇU - PR
Nós saímos de Joinville-SC, sem café-da-manhã, direto para o aeroporto de Curitiba com uma rápida parada para entregar o carro alugado na "Localiza Rent a Car". A Localiza tem uma agência que fica bem próxima do aeroporto e tem um serviço de vans que leva o cliente até lá sem nenhum custo adicional. Tomamos um rápido café no aeroporto e embarcamos imediatamente. 
O tempo foi bem apertado e não teríamos conseguido se tivesse ocorrido algo no caminho. Bastaria parar para tomar o café-da-manhã ou um pneu furado e, ..., adeus voo. Que agonia! Espero que pra nunca mais. Se eu, por um lado, não gosto de muita programação na viagem, o tempo é algo que gosto de programar e preservo. Perder este voo seria um verdadeiro caos. 
Em Curitiba, voamos para Foz do Iguaçu pela companhia aérea Azul. Aeronave era pequena, mas nova, confortável e com um serviço de bordo bem razoável. Achei melhor do que a GOL. 



FOZ DO IGUAÇU - PR
Nós ficamos em Foz do Iguaçu do dia 03 a 07 de janeiro de 2015. Um período relativamente curto se você pretende conhecer o máximo da região e ainda fazer compras no Paraguai. Mas, era o que tínhamos. 
Foz do Iguaçu é uma cidade do oeste do Paraná que fica bem próxima à fronteira do Brasil com a Argentina e Paraguai, formando o Marco das Três Fronteiras ou tríplice fronteira ou tripla fronteira. Simbolicamente foi colocado um obelisco para marcar no Brasil este marco. 
Mas, esta não é á única tríplice fronteira do Brasil com outros países. Sendo um país de dimensões imensas outras são encontradas. Vejam o quadro abaixo (retirado da Wikipédia):
A primeira providência foi fazer o check-in no Flor Palace Hotel, também chamado de Hotel Flor Foz do Iguaçu ou simplesmente Hotel Flor. A reserva foi feita pela internet para quarto quádruplo. Tanto o hotel como o quarto é bem simples, principalmente se comparado aos demais em que nos hospedamos na primeira parte desta viagem (CONHECENDO A REGIÃO SUL DO BRASIL - parte I). 
A vista da janela não era grande coisa, mas o entardecer fornecia uma linda visão. Simplesmente espetacular. Bastava apenas saber direcionar a máquina para o ponto certo, na hora certa, ajustar o foco e clicar.
FOZ DO IGUAÇU - PR

FOZ DO IGUAÇU - PR

FOZ DO IGUAÇU - PR

FOZ DO IGUAÇU - PR

FOZ DO IGUAÇU - PR
O dia da chegada foi para conhecer a vizinhança do hotel e as facilidades para o dia a dia, tipo banco ou caixa rápida, mercado ou panificadora, ponto de ônibus, taxi ou agências de turismo e etc. Nossa primeira providência foi bem básica:
  • Almoçamos em uma churrascaria próxima ao hotel.
  • Passeamos no Shopping Cataratas - Shopping de tamanho médio com casas de câmbio, bancos, cinema e boa praça de alimentação, além é claro, de lojas. 
  • Compras no Hipermercado Muffato - Apesar do Shopping Cataratas ter um supermercado desta rede, nós preferimos comprar em uma unidade na mesma avenida do nosso hotel. Afinal, carregar sacolas pela cidade quem quer?
Aprender como ir e vir às diversas atrações é algo importantíssimo para quem viaja fora de pacote turístico. Pelo menos para as principais atrações, aquelas que nos interessa. 
O valor cobrado pelas agências turísticas apenas para deixar na frente do destino desejado por pessoa era bem elevado e ainda com o horário amarrado a outros passageiros de outros hotéis. 
Depois de um rápido levantamento da área e preços de algumas empresas turísticas, concluímos que ir até as atrações de ônibus era muito mais vantajoso. Bem próximo ao hotel, tinha uma parada de ônibus onde passava vários coletivos tanto para as Cataratas, Parque das Aves como para o Paraguai e outras atrações. Até mesmo o uso de táxi seria muito mais vantajoso do que pelas agências turísticas. 
Almoçamos em uma churrascaria próxima ao hotel. Depois demos uma esticadinha até o Shopping Cataratas. Para terminar o dia fomos até o Supermercado Muffato, próximo ao hotel, para algumas comprinhas básicas. O legal é que, tanto neste supermercado como em um posto próximo, encontramos caixas eletrônicas 24horas. Bom saber.

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu 

Um pouco da história do lugar: Iguaçu é um termo de origem Guarani que significa muita água. Tem tudo a ver com o lugar. Água é o que não falta. 

video
O primeiro europeu a descobrir e descrever as cataratas do Iguaçu foi o espanhol Dom Alvar Nunez Cabeza de Vaca, em uma expedição pelo rio Paraguai. Na ocasião as cataratas, que pertenciam ao governo espanhol, foram batizadas pelo nome de "Salto de Santa Maria". Nome que não emplacou. 
Depois desta pequena aula de história e de um bom café da manhã, trajando roupas leves, tênis, óculos de sol, chapéu e muito protetor solar, seguimos para a maior atração de Foz do Iguaçu: As Cataratas do Iguaçu. 
Optamos pelo transporte coletivo, o famoso ônibus. Foi bem tranquilo, apesar do ônibus ter enchido bastante durante o percurso. Não tinha mais como caber mais gente e a cada parada a trocadora pedia: "Um passinho pra trás. Tem passageiro querendo entrar." A maioria ia para o mesmo destino, então foi fácil localizar o parque e chegar sem outros inconvenientes. Na parada do parque o ônibus praticamente ficou vazio. rsrsrsrsrsrsrs. Ai, ai, que saudades do transporte coletivo de Curitiba. rssrsrsrsrsrs. Nada de estresse que o dia hoje é de diversão.
Com uma rica flora e fauna as cataratas são protegidas pela criação de dois parques:
  ► Parque Nacional do Iguaçu, na cidade de Foz do Iguaçu, no Brasil.
  ► Parque Nacional del Iguazú, na cidade de Puerto de Iguazú, na Argentina.
São praticamente 276 quedas de água que se estendem por 5 quilômetros do Rio Iguaçu. 
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
Se você tiver condições (tempo) para visitar os dois parques, terá uma perspectiva diferente das Cataratas. Mais se o tempo for reduzido e der apenas para um dos parques, eu sugiro que faça o passeio brasileiro. A maior parte das quedas fica na Argentina, precisamente três quartos. O que é uma grande vantagem para o Brasil que fica com a melhor vista deste fantástico espetáculo. 

Como o nosso tempo era restrito optamos pelo Parque Nacional de Iguaçu, o parque brasileiro.
Após uma longa fila, conseguimos comprar nossos ingressos. Apesar do tamanho, a fila andou bem rápido. 

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
Os valores do ingresso para o parque variam se você é brasileiro, estrangeiro do Mercosul, de outra nacionalidade fora do MERCOSUL. Os residentes em Foz do Iguaçu e municípios próximos também pagam preço especial, mediante comprovação de residência. Crianças abaixo de 12 anos (qualquer nacionalidade)  e idosos (acima de 60 anos brasileiro ou do Mercosul) não pagam ingresso apenas uma taxa para transporte (R$8,00). Estes preços promocionais só são obtidos nas compras com apresentação de identidade com foto. Portanto, se você se enquadra em alguma destas categorias, deixe para comprar seu ingresso no parque e não nas agências turísticas que irão cobrar o valor integral da entrada. Eu e meus filhos pagamos R$31,20 cada um. Meu marido que já passou dos 60 anos pagou apenas R$7,90. O valor integral para estrangeiros (fora do Mercosul) é de R$52,30. Valores em janeiro de 2015 e que não incluem outros passeios dentro do parque. Vale a pena deixar para comprar o ingresso in loco ou no site oficial do parque (https://www.cataratasdoiguacu.com.br/portal/vendas/vendaonline.aspx). Se você for de carro, o estacionamento é pago. 
Com os ingressos de entrada, recebemos um mapinha do parque. 
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
Antes de entrarmos no parque, compramos de uma agência de turismo ingressos para o passeio Macuco Safari. Este passeio é opcional e não é controlado pelo parque. Funciona como uma concessão para as agências. O valor foi um pouco salgado, mas valeu cada centavo pago. Assim como a entrada eu e meus filhos pagamos a taxa completa (R$179,00 por pessoa) e meu marido apenas metade (R$89,50). Existem outros passeios além deste, vale a pena consultar as agências e pesquisar antes na internet.
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
Este parque é considerado Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO desde 1986. Há anos que sonhava em conhecê-lo e hoje irei realizar este sonho. 
Na Estação Centro de Visitantes do parque ficam as bilheterias, estacionamentos (pago) e balcão de informações. Ao entrar você encontra lojas, sanitários, lanchonete e o ponto para pegar o ônibus que irá levá-lo até o ponto das trilhas e dos passeios opcionais.
Os ônibus que circulam dentro do parque são abertos, coloridos e em grande número. As filas andam rápidas e o tempo de espera é pequeno.
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
E lá vamos nós....
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
1ª parada: administração do parque. Continuamos no ônibus sem descer.
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
2ª parada: Trilha do Poço Preto: trilha de 9 Km a pé, bicicleta ou carreta com guias. Ecoaventura para os mais radicais. Não era o nosso caso e continuamos no ônibus.
3ª parada: Macuco Safari. Nosso ponto para o tão esperado passeio de barco pelas cataratas. 
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
E quem disse que era assim tão fácil. O local para pegar o barco é um pouco distante do ponto de desembarque do ônibus. 
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
Inicialmente tivemos que percorrer uma trilha em carreta elétrica (3 km) e depois seguir a pé (600m) até o local dos barcos. 
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari


Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari


Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
Durante o percurso o guia mostra algumas árvores mais antigas e conta algumas curiosidades sobre a fauna e flora local. Um pouco de conhecimento não faz mal a ninguém.
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
Na trilha a pé, nós passamos por uma pequena cachoeira entre rochas, o "Salto do Macuco". O percurso é bem tranquilo e dá pra fazer sem medo. 
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
Agora é só descer uma escadaria para chegar ao local de embarque. 
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
Não importa a idade, o colete salva-vidas é obrigatório.
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
As embarcações são barcos infláveis bimotores que nos conduzem pelo rio Iguaçu, direto para a Garganta do Diabo. O passeio é maravilhoso com um lindo cenário durante todo o percurso. Infelizmente, as fotos não ficaram muito boas. 
No início do passeio é tranquilo, o rio parece bem calmo. Mas, a medida que nos aproximamos das cataratas, a história muda radicalmente. Passamos por debaixo das cataratas, no ponto denominado de "Saltos dos Três Mosqueteiros" e sentimos na pele a força da queda da água em profusão. Não tem como escapar do banho, que por sinal foram mais de um. É uma emoção indescritível, que literalmente lava e renova a alma. Mesmo com toda esta emoção eu achei o passeio bem seguro e repetiria em outra oportunidade.  
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
Do banho, ninguém ficou livre, nem quem achava que estava protegido com capa de chuva. Também, quem foi no passeio não iria perder este delicioso banho por nada. rsrsrsrsrsrsrsrs
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
Apesar da minha máquina ser a prova d'água, o balanço do barco, os respingos d'água e a fotógrafa não ajudaram muito. Tentei filmar um pouco, mas foi pior, praticamente houve um dilúvio ao passar debaixo das cataratas. Quem estava de capa nem adiantou muita coisa. A maior parte do filme ou está branco pela quantidade de água ou com o visor cheio de gotas. Os responsáveis pelo passeio filmaram tudo e fotografaram, mas confiando em meu filme não comprei. Besteira minha. Agora já era. Quem fizer o passeio não deixe de comprar o filme.
Dentro do parque é possível alugar armários por apenas R$ 5,00. Sorte que guardamos minha bolsa, a mochila e os tênis no armário antes do passeio.
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Macuco Safari
O ideal para o passeio Macuco é ir com roupa de banho por baixo ou levar uma troca de roupa. Lá é só trocar e guardar a roupa no armário. Usar capa de chuva é perda de tempo. Ao passar por baixo das cataratas, todo mundo fica molhado, com ou sem capa de chuva. Depois do passeio troque a roupa molhada por outra seca. Simples, né? Meu filho levou uma troca de blusa, mas não de bermuda. Meu marido tirou a camisa, ficando apenas de bermuda com a capa de chuva. Amenizaram o problema parcialmente. Ficaram com a camisa seca e a bermuda encharcada. Minha filha amou o banho e não quis trocar de roupa. Eu não sabia que teria coragem para o passeio e fiquei molhada mesmo. 
Não me arrependo foi o melhor passeio feito nestas férias. Faria novamente com certeza. 
Depois deste espetacular passeio voltamos de ônibus até a próxima trilha e antes de ficar completamente seca (o dia estava com um lindo e quente sol) me molhei novamente. kkkkkkkkkkkkkkk. 
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu


Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
4ª parada: Parada trilha das Cataratas. 
Do outro lado da parada para a trilha das cataratas fica nada menos do que o único e maravilhoso hotel do parque: Hotel Cataratas. Imaginem a vista que este hotel tem. Isto sem falar no privilégio de não ter que seguir horário para entrar ou sair do parque, já estão dentro. Muito legal.
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
Trilha com 1.200m de extensão e belíssima visão panorâmica das cataratas.

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
A trilha apesar de estreita é bem estruturada e conservada. Trata-se de um longo caminho sinuoso com várias descidas, subidas e mirantes estratégicos para lindas fotos. E um tal de descer escada e andar, andar e andar, para depois subir, subir e subir. Sacrifício que não se sente diante de tanta beleza e esplendor. O cenário pode ser o mesmo, mas o ângulo de visão muda e cria paisagens deslumbrantes.
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
No caminho encontramos várias espécies de animais. Quati, lagarto, borboletas, pássaros. Depois das cataratas, o destaque vai para os quatis.
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Quati

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu - Borboletas

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
Avisos para não alimentar os animais estão espalhados por todo o parque. Apesar disto os quatis se aproximavam do grupo e roubavam a comida dos mais desavisados. Ou eles ficam rodando entre os visitantes esperando as migalhas caírem. Mas, tenha muito cuidado, os quatis não são animais domesticados e suas presas são bem afiadas. 
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
Quase no final da trilha, pode-se observar a queda mais alta das cataratas, a Garganta do Diabo, com os seus 90m de altura. Existem trechos com mirantes que chegam a uma distância das cataratas suficiente para ficarmos molhados apenas com os respingos que formam uma verdadeira garoa. Eu estava praticamente seca, depois do Macuco Safari, e me molhei novamente. Capa de chuva? Algumas pessoas usaram e além do desconforto não acho que tenha ajudado muito. Talvez apenas um pouquinho. A sensação é de uma chuva bem fininha ou neblina. Não se engane, molha de verdade. Quem trocou de roupa depois do passeio de barco, só perdeu tempo. Voltou a ficar molhado. Mas, vale a pena. Os cenários são os melhores. O importante é ter cuidado com a máquina fotográfica. Use apenas os modelos à prova d'água ou com alguma proteção e mantenha a mão bem firme. Não há a menor chance de resgatar a máquina se ela cair na água. Fique ligado! kkkkkkkkkkkk.
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
As cataratas foram tudo o que eu imaginava. Fiquei muito feliz de ter optado por este passeio e mais feliz ainda de ter sido nesta época do ano. Se no verão é refrescante, no inverno deve ser congelante. rsrsrsrsrsrsrsrs.
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
5ª parada: Estação Espaço Porto CanoasNo final do percurso tem um restaurante e uma área tipo praça da alimentação com várias lanchonetes, cafeteria, lojas, sanitários, ambulatório e a estação final e de retorno do ônibus do parque.  

Depois de muitas trilhas e emoções, tínhamos que repor as energias gastas. Eu optei bom sanduíche e uma deliciosa sobremesa, que caíram muito bem. Os sanduíches recebem os nomes dos animais do parque. A sobremesa estava espetacular: Cheesecake com geleia de frutas vermelhas e morangos in natura. DELÍCIA!!!
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
Saborear estas delícias, tendo como pano de fundo as cataratas, é tudo de bom.
Ops!!! Na área das lanchonetes os quatis aparecem em bando. Alguns chegam com a família toda. Eles são atraídos pelo cheiro das comidas e não se deixam intimidar com os humanos. Apesar da aproximação, eles não reagem bem a carinhos. Importante não tentar tocá-los. 
Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu - Cataratas do Iguaçu
Dicas importantes: 
  • O parque funciona das 9h às 19 horas. As bilheterias funcionam das 9h às 17h. O estacionamento fica aberto das 7h30 às 19h. 
  • O passeio tem uma duração média de 2 a 4 horas, dependendo do opcionais escolhidos ou não.
  • Além do protetor solar, não se esqueça de levar um bom repelente. O que não falta são insetos, alguns bem diferentes. 
  • Leve uma mochila com troca de roupa para usar depois do passeio. Impossível não se molhar, mesmo sem fazer o Macuco Safari. No inverno roupas impermeáveis e capas de chuvas são necessárias. 
Parque das Aves

O Parque das Aves fica em frente ao Parque das Cataratas do Iguaçu. 
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
É possível fazer os dois passeios no mesmo dia. Eu sugiro começar pelas Cataratas, assim enquanto você desacelera das emoções do Macuco, vai andando e apreciando as aves. 
A área do parque é em torno de 16 hectares de floresta subtropical (Mata Atlântica) com mais de 150 espécies diferentes com um total de mais de 1000 aves, algumas ameaçadas de extinção. Aproximadamente 50% das aves foram resgadas de maus tratos e do tráfico ilegal. 43% nasceram no próprio parque e uma pequena parte adquiridos legalmente.
Que tal um mapa do Parque para começar o passeio?
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
Este parque foi inaugurado em 1994 por Anna-Louise e Dennis Croukamp. Hoje é considerado o maior parque da América do Sul nesta categoria.
São cinco viveiros integrados à Mata Atlântica. O visitante tem acesso aos viveiros e pode apreciar as aves em seu habitat natural (alguns recriados). A vegetação é bem rica, criando um habitat bem convincente
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
Logo no início tem o lago dos flamingos, outras aves e muitos peixes.
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
O parque é considerado o maior viveiro de Araras da América do Sul e elas (as araras) são as estrelas de lá. Mas, não são as únicas. Lindas, majestosas e ruidosas dividem o seu espaço com outras aves igualmente belas. 
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
Os tucanos, vaidosos e nada tímidos, fazem pose para as fotos.
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
Araras, tucanos, garças, mutuns, periquitos, corujas, perdiz, pavão..., vivem em perfeita harmonia. Toda ave tem o meu momento de glória e esplendor. Algumas são bem exóticas. 
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
O borboletário abriga mais de 15 espécies com direito a um berçário para reprodução assistida. Algumas são belíssimas quando estavam de asas abertas em pleno voo. O difícil era fotografar, não paravam quietas. A maioria não queria muita conversa. Confesso que fiquei entre encantada e frustrada. No parque das cataratas consegui fotos de borboletas melhores do que aqui. kkkkkkkkkkkkkkkk.
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
No meio do parque encontramos dois grupos de índios nativos fazendo uma pequena apresentação para os visitantes. Não sei se isto é rotineiro, mas foi bem bacana.
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
Além das aves e borboletas encontramos outros animais como répteis: lagartos, jacarés, tartarugas e cobras.
Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR

Parque das Aves - Foz do Iguaçu - PR
No final da trilha próximo à saída um restaurante para repor as energias gastas e uma lojinha de lembranças do parque. 
Uma experiência única para todas as idades, rica em exuberância, cor e sons. Superou minhas expectativas. 

Ciudad del Este - Paraguai

OBA!!!! Dia de compras! 
Inicialmente seria apenas um dia para compras. Mas, o apelo do consumo falou mais alto e trocamos outras atrações por mais um dia no Paraguai.
O Brasil é ligado ao Paraguai pela Ponte Internacional da Amizade sobre o rio Paraná.
Ciudad del Este - Paraguai - Foz do Iguaçu-PR
Ao chegar à cidade o impacto inicial é terrível. A cidade é bem bagunçada e suja, as ruas atravancadas e estreitas, as calçadas quase inexistentes. Barracas e ambulantes por todo lado, vendendo várias quinquilharias. Uma multidão constante. Muito confuso e caótico. Chega um ponto que você não sabe se está indo ou vindo. No verão o calor é quase insuportável, isto porque eu moro no nordeste brasileiro que é bem quente.
Tudo agravado pelo trânsito sem sinalização. Isto mesmo, não tem semáforos e os carros competem com os ambulantes e pedestres pelas ruas.
Para completar, uma obra inacabada, iniciada a mais de um ano atrás (segundo pessoas da cidade), ainda mantinha o entulho entre as barracas, na principal avenida comercial da cidade, a Av. Carlos Antonio López. 
Ciudad del Este - Paraguai
Isto tudo porque fomos ao Paraguai antes do dia 15 de janeiro de 2015. A partir desta data o acesso será pior, pois a Ponte da Amizade irá funcionar com meia pista. O motivo é a construção de outra ponte (Ponte da Solidariedade) com previsão de conclusão das obras para 2017.
Felizmente existem vários shoppings e galerias de lojas para amenizar um pouco a situação. Por falar em shopping e galerias de lojas, na Ciudad del Este é o que mais tem. A maioria nem chegamos a entrar. Difícil saber qual é o de confiança ou não. O melhor é pesquisar antes na internet e ver as observações dos usuários e viajantes. Vale a pena pagar um pouquinho a mais e ter a garantia do produto. Ninguém quer comprar gato por lebre.
  • Shopping del Este: Localizado logo na entrada da cidade bem próximo à ponte e com estacionamento próprio. Este shopping é facilmente localizado. Lojas variadas e com preços médios. Dependendo do que for comprar, existem outros shoppings e lojas com melhores preços. Boa quantidade de vendedores que falam o português. Tem até casa de câmbio, centro médico, praça de alimentação e cassino (no 2º piso). Ideal para o turista sem tempo, com outras programações no mesmo dia ou que não quer andar muito. O que não era o nosso caso. Então saímos rodando atrás de outras opções. De segunda-feira a sábado o shopping fecha às 22 horas. Aos domingos às 14 horas.
    Ciudad del Este - Paraguai

    Ciudad del Este - Paraguai
  • Shopping Monalisa: Este é o shopping (ou loja conceito para alguns) mais chique da cidade e também o mais caro. Totalmente climatizado com seis andares. No último andar fica um delicioso Bistrô e Cafeteria. Apenas com lojas de grife e marca. Não há lojas com divisões tradicionais (paredes e portas), cada andar apresenta os produtos (roupas, perfumes, cosméticos, relógios, guloseimas...) em um ambiente totalmente aberto. As marcas são identificadas pelos nomes em estantes próprias. Embora pequeno é luxuoso e vale o passeio, isto é, se você tiver um tempinho entre uma compra ou outra. 
  • Mega Eletrônicos: Dizem que é a loja do "lulinha". Não sei se é ou não. Mas, foi a loja eleita pelos meninos do grupo (meu marido e meu filho). Até eu entrei no rolo e comprei um celular da Samsung com uma câmera poderosa. Ou será uma câmera fotográfica que também é celular. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Em termos de eletrônicos é a melhor e mais completa loja do Paraguai e os preços também são bons. Só vende produtos novos e originais. A foto abaixo foi a primeira de muitas que se seguiram com a minha nova câmera/celular.
    Ciudad del Este - Paraguai
  • Casa Bo: Loja de eletrônicos, informática e games. 
    Ciudad del Este - Paraguai
  • Atacado Games: Considerada a maior loja de games do Paraguai. Fica na galeria Jebai Center, 3º piso.
... e muitos outros.
Dicas para quem vai comprar no Paraguai:
  • O meio de transporte para o Paraguai a partir de Foz do Iguaçu pode ser de ônibus coletivo (que deixa antes da ponte da amizade, mas tem ônibus que cruza a fronteira), de táxi ou companhia de turismo (ônibus ou van). Os preços são bem variados (jan 2015):
            ○ Ida de ônibus coletivo: R$ 4,50 por pessoa
            ○ Ida de táxi do nosso hotel: R$ 45,00 a corrida (não importando o nº de pessoas).
            ○ Ida e volta com agência de turismo: R$ 45,00 a R$ 55,00 por pessoa.
         Apesar da ida de ônibus coletivo sair mais barata (4 pessoas = R$ 18,00), resolvemos ficar no meio termo e pegamos um táxi que nos deixou no Paraguai, próximo ao Shopping del Este. A viagem foi confortável, mais rápida do que de ônibus e o motorista deu várias dicas.
         No retorno para Foz do Iguaçu, nós pegamos um táxi paraguaio. Aqui fica a seguinte dica: Combine o preço e a moeda do pagamento antes de embarcar. Pagamos R$35,00 a corrida. Só não escolha muito, tá? O aspecto do táxi pode assustar um bocado. Os carros são bem velhos e mal conservados e os motoristas não possuem nenhum tipo de fardamento. 
  • Cota para isenção de imposto na alfândega: Existe um limite de compras por pessoa estipulado em dólar americano, principalmente para eletrônicos. Para quem entra a pé, de carro, táxi ou ônibus o limite é de U$300. Já para quem vai de avião este limite sobe para U$500. Acima da cota, você irá pagar imposto de importação. Faça a conversão pela cotação do dia e veja o seu limite de compras (seu poder de fogo). Aqui eu faço uma pequena observação: entramos e saímos do Paraguai por dois dias seguidos e não passamos em nenhuma alfândega dos dois países (Brasil ou Paraguai). A fila para atravessar a ponte da amizade era imensa e lenta, mas não vimos vistoria dos carros. O que não impede que esta vistoria venha a ocorrer. Segundo os motoristas dos táxis, os ônibus e ambulantes são mais visados do que os táxis e carros particulares. Mas, não se engane. Você ainda pode cair em uma fiscalização nas estradas ou aeroporto de Foz do Iguaçu. Então cuidado! Na dúvida..., evite surpresas desagradáveis e procure manter a cota prevista ou pagar os 50% do valor sobre o excedente. Lembrando que a cota é individual e não pode ser transferida integral ou parcialmente. Guarde as notas de tudo o que pode ser taxado na alfândega da fronteira e aeroporto ou fiscalização nas estradas.
  • Evite comprar no cartão, lembre-se que você irá pagar taxa por isto. As lojas cobram uma taxa que varia de 5 a 20% sobre o valor. Fora isto, há ainda a taxa de uso internacional cobrado pelos cartões. Veja se vale a pena. O melhor é levar dinheiro vivo (guarani que é a moeda do Paraguai, real, pesos ou dólar americano). A maior parte das lojas aceita qualquer uma destas moedas. Apenas tenha cuidado na hora da conversão para não ser enganado. O ideal é levar o dinheiro do Brasil, real mesmo. Transformar guarani em dólar americano e depois em real, para verificar se compensa, pode dar um nó na cabeça de qualquer um. rsrsrsrsrsrs. 
  • Caso tenha que trocar a moeda no Paraguai, use sempre alguma casa de câmbio oficial.
  • Faça uma lista do que quer comprar e veja o preço no Brasil. Com a alta do dólar, algumas coisas podem não compensar. 
  • Se for comprar celular ou máquina fotográfica, não leve o seu. Você tem direito a ter um destes itens como particular.
  • O lugar não é para passeio ou poses para fotos: Vá com roupas confortáveis, leves e tênis. Evite bolsas grandes que chamam a atenção e são fáceis de serem roubadas. 
  • Se você tem crianças pequenas e irá levá-las, cuidado redobrado.
  • Leve uma mochila vazia para ir colocando as compras menores. Ou compre por lá. 
  • A mochila é pequena para as compras? Não se desespere. Compre uma mala extra. Problema resolvido. Mas, nas ruas do Paraguai, leve a mala pela alça sem arrastar as rodas. Ou você terminará com uma mala sem rodas. Lembram? Muitos buracos. kkkkkkkkkkkkkkkkkk. 
  • Deixe para comprar os itens maiores e mais pesados no final do dia. Nem vou explicar o porquê, está bem claro, né?
  • Caso você resida nos USA ou tem alguma viagem marcada para lá, deixe para comprar os eletrônicos e outros itens de marca, por lá. Até rimou! Aproveite este dia que seria de compras e vá conhecer o lado argentino das cataratas. Eu não fui, mas dizem que também é bonito. 
  • comércio na rua é bem movimentado e com várias barracas nas calçadas e nas ruas. Se você demonstrar algum interesse por qualquer coisa (não importa o que), os ambulantes ficam insuportáveis. Literalmente eles grudam em você e te seguem por alguns bons metros. Querem vender a todo custo suas bugigangas. Um verdadeiro pandemônio. Caos total. Os preços são mais em conta se comparados aos shoppings. Só que não há garantia do produto em nível de qualidade, autenticidade (muita coisa falsificada entre as barracas) e procedência (contrabando?). Nota fiscal para os produtos das barracas, nem pensar. Isto sem mencionar que as ruas e calçadas estão em péssimas condições de conservação. Buracos, buracos e mais buracos. Alguns trechos nem tem calçada. Não recomendo. É mais seguro pagar um pouco mais em um Shopping de confiança. 
    Ciudad del Este - Paraguai
  • Leve o seu próprio lanche ou use a praça de alimentação do Shopping Monalisa ou Shopping del Este. Evite outros lugares, principalmente comidas vendidas em barracas nas ruas.
  • E o mais importante é pesquisar preço e andar bastante. Mas, cuidado com ofertas imperdíveis e preços muito abaixo do mercado, pode ser falsificação. 
Retorno ao lar:
O que é bom tem fim. Pena, mas as férias teriam que ser interrompidas. A UFPE, assim como as demais Universidades públicas brasileiras ainda não conseguiram regularizar seu calendário, após a última greve de professores e funcionários. Meu filho tinha que retornar para se organizar para o reinicio das aulas. Continuar a viagem sem ele não teria a mínima graça, então voltamos todos juntos.
Foz do Iguaçu - PR
O dia 07 de janeiro de 2015 foi uma verdadeira maratona até chegar em casa.
Do aeroporto de Foz do Iguaçu → Curitiba ► pela companhia aérea Azul.
Do aeroporto de Curitiba → Rio de Janeiro → Recife ► pela companhia aérea GOL. 
Foz do Iguaçu - PR

Foz do Iguaçu - PR
O Aeroporto de Foz do Iguaçu é bem pequeno com poucas atrações. Apenas umas poucas lojas e lanchonetes. A única livraria estava sendo montada e indisponível aos usuários. Não havia nenhuma banca de revistas e jornais. Quem for esperar muito tempo é importante levar algo para ler, como um bom livro ou jornal do dia (comprado em outro lugar que não o Aeroporto). Infelizmente, ao descobrir isto, o meu livro já havia sido despachado dentro da mala. rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs.
☺Importantíssimo: Em voos domésticos, no Brasil, é permitido despachar até 23 kg de bagagem por pessoa. Fora a bagagem de mão que não deve exceder 5 kg. Isto praticamente todo mundo sabe, né? Mas, você sabia que se estiver viajando em família, e as passagens forem compradas no mesmo momento por uma única pessoa (mesmo momento e único pagante) o peso das malas pode ser somado? Isto mesmo, não importa se os demais integrantes tenham malas pequenas ou não. Se alguém estiver com uma mala com mais de 23 kg pode passar para o seu companheiro ou filhos o excedente. Adorei esta dica.
Agora, se as passagens forem compradas em momentos separados, mesmo com o mesmo pagante ou se forem compradas no mesmo momento, mas com pagamento por mais de uma pessoa (ex: marido e esposa, irmãos, pai e filho...), o excedente de um não poderá ser transferido para a outra pessoa, mesmo que seja da mesma família. Parece confuso e sem sentido, mas as companhias aéreas não acham e não abrem mão. Ao comprar a sua passagem fique ligado.

Se vocês tiverem gostado desta viagem, não deixem de ver

Conhecendo os parques de Orlando, Flórida, USA


Para quem se animar:  

                        BOA VIAGEM!!!!!


Obrigada pela visita!!!

2 comentários:

Queridos visitantes deixem o seu comentário que irei responder o mais rápido possível.
Caso vocês fizerem alguma receita ou artesanato do meu blog, enviem as fotos para o e-mail: thecintra@gmail.com. Vou colocá-las na atualização do link correspondente.
Um forte abraço!