Translate

sexta-feira, 29 de abril de 2016

MINI PIZZAS

As mini pizzas conquistaram espaço nos lanches, festas e encontros de grupos. E não é pra menos, afinal é fácil de fazer, pode ser assada rapidamente no evento e agrada bastante aos convidados e amigos. 
massa de pizzas; massas; pizza; faça sua mini pizza; monte sua pizza; noite de pizzas; deu pizza;

Basicamente a receita da massa de mini pizzas é a mesma da pizza grande. O que irá mudar é a maneira de cortar.

É BOM SABER: Para usar o fermento biológico fresco (em tablete de 15 g) no lugar do fermento biológico seco em pó (envelope com 10 g) é preciso fazer a conversão correta. O fermento seco é mais concentrado do que o fresco e não basta substituir um envelope pelo outro. Um envelope de 10 g de fermento biológico seco corresponde a 3 tabletes de fermento biológico fresco.
Hoje eu irei postar a receita de uma massa que testei e aprovei. Eu a fiz para o aniversário de meu filho e foi elogiada por todos. Preparei e pré-assei a massa na véspera. Deixei na geladeira até o momento de montar e finalizar no forno. 
Fiz com recheio básico de queijo e presunto, mas você pode mudar ou fazer mais de um recheio. 
 PIZZAS caseiras; faça a sua pizza; noite de pizza

Então, vamos deixar o blá, blá, blá e passar a receita.
INGREDIENTES:
MASSA:
  • 1 pacote de fermento biológico seco (10 g)
  • 1 xíc/chá de água morna (200 ml)
  • 1 c/chá de açúcar (cheia)
  • 1/2 xíc/chá de óleo ou azeite (100 ml)
  • 1 c/chá de sal 
  • farinha de trigo o suficiente (+ ou - 1/2 kg)
RECHEIO:
  • queijo muzarela ralado
  • presunto ralado
  • molho de tomate caseiro ou pronto
  • azeitonas sem caroço picadas, ovo de codorna cozido e fatiado, tomate seco, catupiry, frango desfiado... (opcionais).
  • orégano
MODO DE PREPARO:
MASSA:
  1. Prepare a levedura (esponja): em uma vasilha coloque o fermento biológico, o açúcar e a água morna. Cubra a vasilha e deixe em repouso para fermentar, algo em torno de 5 a 15 minutos. A aparência é esponjosa, por isto também é conhecido por esponja. Dica: é importante que a água não esteja fervendo para não "matar" os fungos do fermento. O tempo de fermentação varia de acordo com a temperatura climática de sua cidade. Locais quentes leva menos tempo para que o fermento reaja que locais mais frios.
  2. Misture à esponja o óleo ou azeite e duas xíc/chá de farinha de trigo. Use uma colher neste momento.
  3. Junte o sal e mais farinha de trigo. A medida que a massa começa a ficar "pesada" e difícil de ser misturada com a colher, passe a usar as mãos. Quando a massa estiver bem homogênea, mas ainda pegajosa é hora de passá-la para o balcão de trabalho.
  4. Passe a massa para uma bancada enfarinhada e trabalhe a massa sovando-a e acrescentando mais farinha aos poucos. A massa deve ficar macia, lisa e elástica, mas desgrudar das mãos totalmente. A massa neste estágio já apresenta bolhas de ar.
  5. Volte a massa para a vasilha (ou outra) e cubra-a com um pano limpo e seco ou um plástico. 
  6. Deixe descansar até que o volume dobre (30 a 40 minutos). Dica: aqui o clima também irá interferir. Em dias quente o tempo será menor que nos dias frios. A presença de correntes de ar também atrapalham a fermentação da massa. Portanto, se este for o caso, feche janelas e coloque a vasilha em um canto menos ventilado. Vale colocar no forno ou micro-ondas, se não estiverem ligados é claro.
  7. Enquanto espera, vá preparando o recheio de sua preferência e o molho que irá usar.
  8. Pré-aqueça o forno a 200º C, assim que completar o tempo de crescimento da massa e antes de começar a abri-la. 
  9. Em uma bancada bem enfarinhada abra a massa: Pegue um pedaço de massa, coloque-a na bancada enfarinha, polvilhe mais farinha por cima da mesma e, use um rolo de massas para abri-la. Ocasionalmente, levante a massa e vire-a para o outro lado. Deixe a massa com cerca de 0,5 cm de espessura. 
    Dica:
    para a massa não encolher ao ser cortada ela deve ser esticada sobre uma bancada bem enfarinhada sem esquecer de enfarinhar por cima. Mas, mesmo com todo o cuidado ela sempre encolhe um pouco, considere isto ao escolher o cortador da sua massa.
  10. Para cortar a massa use um cortador redondo, uma xícara, um copo ou uma tampa redonda pequena. A medida vai de acordo com a sua preferência. O meu copo tinha 07 cm de diâmetro.
  11. Aproveite as sobras da massa entre os discos. É só amassar e abrir novamente para cortar novas mini pizzas.
  12. Coloque as rodelas de massa em um tabuleiro ou assadeira levemente untada com óleo. Fure a massa com um garfo para evitar de inchar ao assar.
  13. Pré-asse a massa de suas mini pizzas por 10 minutos a 180º C. Retire do forno e com o auxílio de uma espátulas passe as mini pizzas para uma grade a fim de esfriar. Dica: a massa estará pré-assada, mas não dourada. 
  14. Para congelar a massa pré-assada este é o momento. Dica: Veja abaixo como fazer.
  15. Se não for congelar, retire a massa pré-assada do forno, espalhe um pouco de molho de tomate usando uma pequena colher.
  16. Coloque o presunto sobre as mini pizzas e em seguida o queijo.
    Dica: você pode inverter e colocar o queijo primeiro, mas é que eu gosto do queijo derretido sobre o presunto. rsrsrsrsrsrsrs. 
  17. Polvilhe orégano por cima.
  18. Retorne ao forno (ainda ligado), passe a temperatura para 200º C e termine de assar por mais 10 minutos ou até que o queijo derreta e a massa fique assada. 
  19. Retire do forno, espere um minutinho e sirva ainda quente.
    massa de pizzas; massas; pizza; faça sua mini pizza.
RECHEIO:


  1. Rale o presunto e reserve.
  2. Pique ou rale o queijo muzarela e reserve.
  3. Prepare um bom molho de tomate ou use um pronto de sua preferência.
  4. Empregue o recheio sobre as mini pizzas pré-assadas.

Congelamento da massa pré-assada: a massa pré-assada, se bem embalada e com o mínimo de ar, pode ser congelada por até 3 meses em freezer. 
Método I: Pré-asse as mini pizzas sem o recheio. Deixe-as esfriar antes de embalar. Arrume-as (já frias) em um prato de isopor ou vasilha sobre papel toalha. Para empilhar uma massa sobre a outra, intercale papel toalha ou plástico. Vede com filme plástico ou tampa (em caso de vasilha). Procure tirar ao máximo o ar da embalagem. Para garantir uma melhor vedação envolva tudo com papel alumínio. Coloque uma etiqueta com a data e o conteúdo. Para descongelar é só retirar do freezer, rechear e assar normalmente. 

Método II: Outra forma de congelamento da massa pré-assada é arrumá-las em um tabuleiro (assadeira) cobrir com um plástico e levar ao freezer até congelar. Assim que congelar, é só transferir para um saco plástico, tirar o ar, etiquetar e voltar ao freezer. Para descongelar é só retirar do freezer, colocar em um tabuleiro, rechear e assar normalmente. 
Método III: O congelamento da massa pré-assada já com o recheio é possível, mas reduz bastante a sua validade. A massa (mesmo pré-assada) com recheio só dura um mês no freezer.
► Na geladeira, a massa pré-assada dura três dias.

Rendimento: 45 mini pizzas, usando um copo de 07 cm de diâmetro como cortador.
Agora é só se deliciar. Nham, nham, nham...
massa de pizzas; massas; pizza; faça sua mini pizza.
Espero que vocês tenham gostado da receita de hoje.

BOM APETITE!!!


Obrigada pela visita. Um abraço carinhoso a todos.
                   Teresa Cintra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queridos visitantes deixem o seu comentário que irei responder o mais rápido possível.
Caso vocês fizerem alguma receita ou artesanato do meu blog, enviem as fotos para o e-mail: thecintra@gmail.com. Vou colocá-las na atualização do link correspondente.
Um forte abraço!