Translate

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

TROCANDO O ESTOFADO DE ENCOSTO DE CAMA

CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA

CAPA SOB MEDIDA, PESPONTADA E ACOLCHOADA PARA CABECEIRA DE CAMA
DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA; COURO SINTÉTICO; cabeceira de cama estofada

A cama de meus filhos fica encostada na parede para um melhor aproveitamento do espaço. A cabeceira de cada cama foi feita em base de madeira, revestida com espuma e estofada com couro sintético. Mas, não é todo o encosto que é estofado, apenas uma parte leva espuma e tecido. Esta parte é encaixada no encosto através uma estrutura de madeira fixada na parede logo acima de um painel de madeira que compõe o mobiliário do quarto.
Com o tempo o estofado original, feito em couro sintético branco, ficou horrível. Todo descascado e soltando o plástico de sua superfície. Ele simplesmente esfarelou todinho.
Parecia aquelas fotos do sertão em época de seca, quando a terra fica toda trincada de tão ressequida. 
Mas, a estrutura de madeira continuava firme e sem nenhum dano.
Aí, vocês já sabem, né? Bateu uma vontade louca de reformar os estofados eu mesma. kkkkkkkkkkk. Até parece que peguei gosto pra coisa. Depois de trocar o estofado de minhas cadeiras medalhão e da banqueta do piano, chegou a hora da cabeceira das camas dos meus filhos.
Cada qual tem um quarto próprio e a cama fica com uma de sua lateral encostada em uma parede pintada. A cabeceira da cama é proporcional a lateral da cama, dando uma ideia de cama sofá. Mas, é cama e não sofá.
No quarto do meu filho a parede é azulão. Já no quarto de minha filha é pintada em tiras de larguras diferentes em branco, lilás e rosa. Então eu tinha apenas duas opções para decidir a cor do novo estofado:
- Branco conforme o projeto original e mantendo a cor das paredes;
- Qualquer cor, trocando a cor das paredes.
Cheguei a cogitar para o quarto de meu filho um jeans clarinho. Ideia que não colou. Decidi pelo branco e manter a pintura das paredes. Em outras palavras, eu mantive o projeto inicial do decorador, apenas troquei o material que estava desgastado com o tempo.
A questão passou a ser qual o material que iria usar. Couro? Couro sintético? Couro ecológico? Tecido de tapeçaria? Brim? Branco é uma cor problemática no quesito limpeza e manutenção. Juntamente com minha cara metade, lá fomos nós vasculhar as lojas de tecidos e decoração do centro de Recife. Andamos, andamos e andamos. Perguntamos, perguntamos e perguntamos. E, enfim, em uma das lojas fomos convencidos que o melhor (custo e benefício) seria o couro sintético. Vejam abaixo o que escolhemos.
Explicamos, ao vendedor, o que aconteceu com o estofado do encosto das camas. Segundo o ele a maneira de limpar o material (jamais usar produtos fortes, como veja) e a qualidade da fabricação do artigo pode aumentar a durabilidade em muito do couro sintético. Claro que em termo de durabilidade nada se compara ao couro natural (hidratado pelo menos uma vez ao ano). Porém, encontrar uma peça de couro em tamanho adequado ao projeto, seria algo bem difícil. De qualquer maneira nenhuma decoração é eterna. Ela precisa ser reciclada de tempos em tempos. 
Aprendi (sempre tem algo a aprender) que couro ecológico é sim couro de animal. A diferença para o couro comum é que ao ser curtido não é empregado substâncias pesadas e poluentes. Daí o nome ecológico.
Já o couro sintético se divide em três tipos: Korino (ou Corino), courvim e poliuretano. Dos três o que mais se aproxima do couro é o poliuretano, mas é o menos resistente e de maior custo. O Courvim é o mais resistente e o menos maleável.
Ah! Couríssimo é uma marca de couro sintético e não um tipo específico.

Para facilitar o passo-a-passo, eu vou postar primeiro a troca do tecido do encosto estofado da cama de minha filha. Depois, eu irei mostrar como fiz o do quarto de meu filho que tem uma estrutura bem parecida, mas é arredondado nos cantos.
DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;
MATERIAIS NECESSÁRIOS;
  • Encosto de cama (cabeceira estofada) que precisem trocar o estofado
  • Fita métrica ou régua ou trena
  • Tecido para estofaria (ideal que seja impermeável) metragem de acordo com o tamanho da cabeceira (veja no passo-a-passo abaixo). Dica: eu comprei 2 metro de couro sintético com 1,40 metro de largura para fazer a troca dos dois estofados.
  • TNT (tecido não tecido) Dica: como eu aproveitei o TNT da parte de trás do estofado, só trocando as tiras que reforçam as costuras (explicação mais abaixo) 1 metro foi suficiente e, ainda, sobrou.
  • Chave de fenda
  • Alicate
  • Jornal, papel graft ou papel pardo 
  • lápis ou caneta
  • Alfinetes de costura
  • Fita crepe adesiva
  • Máquina de costura e linha de costura.
  • Tesoura e estilete
  • Grampeador do tipo revólver (pneumático específico para estofar móveis ou  grampeador manual rocama 106 premium)
  • Grampos galvânizado específico para estofar (eu usei o de referência 106/6)
  • Martelo
  • Espuma laminar que não deforma com 2 a 5 cm de altura caso tenha que trocar toda a espuma (de acordo com o seu projeto) ou com 1 a 2 cm de altura caso seja apenas para complementar. Veja maior explicações no passo-a-passo.
  • Cola de contato para espuma + luvas de proteção + máscara para produto químico.
PASSO-A-PASSO:
► Providencie o tecido: 
  1. Com a fita métrica meça o encosto: largura x altura de todos os lados (frente, superior, inferior e laterais D e E), para ter ideia da metragem necessária. A parte de trás do encosto (que fica em contato com a parede) não leva tecido. Lembre-se de incluir a medida para a costura em cada medida e de uma tira para pregar a capa estofada no encosto. Na ausência de fita métrica use uma régua. 
  2. Se seu encosto estofado for parecido com o meu, acrescente em torno de 5 cm em cada medida no caso de usar tecido para estofar. Caso você use couro, couro ecológico ou couro sintético basta acrescentar 1 cm em cada medida.  
  3. Escolha o tecido de sua preferência são vários no mercado com largura bem variada. Os tecidos podem ter 90,115, 140 ou 152 cm de largura. O ideal é que o tecido escolhido seja impermeável. Caso não seja, talvez você tenha que fazer a impermeabilização posteriormente. O importante é que o tecido e a cor escolhida (liso ou estampado) combinem não apenas com a decoração do quarto como também com a idade de quem o ocupa. Se for crianças pequenas, sempre tem o risco de "obras de arte" que eventualmente podem surgir e que precisam ser removidas. Cores neutras são as mais indicadas para não brigar com a roupa de cama que sempre é renovada. Mas, isto não é uma regra imudável. A decisão é sua. De um modo geral procure por tecidos fortes e resistentes, com cores firmes. Sugestões: Suede; jeans; brim; veludo de algodão; couro natural, couro ecológico ou couro sintético. Eu optei por couro sintético por uma questão de custo e benefício. Normalmente, o couro natural e o ecológico vem em placas com tamanhos bem variados e os meus encostos de cabeceiras são relativamente compridos. Procurei por algum tecido que combinasse com a parede deles e não achei nada que me agradasse e fosse fácil de limpar. Tecido branco para cabeceira, mesmo impermeável é temeroso. Então, fui de couro sintético (de novo).
  4. Como o comprimento das cabeceiras são maiores do que a largura do tecido escolhido, tive que comprar levando em conta este detalhe. Solicitei 2 metros de couro sintético que tem 1,40 m de largura. Seria o suficiente para as duas cabeceiras que embora compridas são estreitas. Parece confuso? Peça orientação ao vendedor. Eles estão bem acostumados com este tipo de problemática. 
► Providencie a espuma se for necessário. 
  1. Normalmente, este material não é comprado logo no início do trabalho. É preciso retirar primeiro o tecido do encosto para analisar a espuma. Precisa trocar? Quer aproveitar e enxertar mais uma camada de espuma para ficar mais macia? Se não for preciso trocar, pule esta etapa. 
  2. Se for preciso comprar espuma para o encosto escolha uma densidade que não seja muito "dura" e nem muito "mole". Como a cabeceira da cama não sofre a mesma carga que o colchão escolha uma espuma entre D-23 a D-28. Acima de D-28 fica muito duro e desconfortável como a própria madeira e neste caso nem precisa de espuma. Para aumentar a maciez e evitar deformidade da espuma faça a opção por espuma Soft. Pode-se usar Pluma de Silicone ao invés de espuma, mas não encontrei no comércio de Recife-PE. 
  3. Como eu só iria fazer um complemento na espuma existente na cabeceira de minha filha (que pediu para "amaciar" o encosto) comprei uma espuma laminar com apenas 1 cm de diâmetro. Foi 1,90 m x 0,70 m. Normalmente, a espuma que não deforma é branca (Sanko). A espuma amarela deforma rapidamente e não retorna à forma anterior.
  4. A espuma requer cola específica. Comprei uma que. embora não seja totalmente atóxica (nenhuma é), praticamente não tem cheiro. Segundo o vendedor, esta cola é bem menos tóxica do que aquelas usadas por sapateiros. Ao ler as informações na lata, a gente meio que fica assustado. Como era um serviço pequeno e o local em que trabalhei era bem ventilado, comprei a tal cola. Vejam na foto abaixo se eu não tinha motivos para dúvidas. Recomendo o uso de luvas e máscara própria para produtos químicos ao manusear esta cola.
► Providencie o restante do material. É bem mais fácil quando todo o material já está à mão. Eu usei o grampeador Rocama 106 premium com o grampo 106/6. Embora, não seja pneumático, deu conta do serviço.
DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;
É importante que o grampo a ser usado no grampeador tenha as pontas pontiagudas para melhor penetração na madeira e seja compatível com o seu grampeador.
Máquina de costura doméstica: Use agulha e linha próprias para o tecido escolhido. Em caso de dúvidas procure informações no manual de sua máquina ou entre em contato com o site da mesma. Minha máquina de costura é doméstica: Singer 288Eu usei fio 100% poliamida bonderizado na cor branca e agulha singer universal 2020 nº 16
DIFERENÇAS ENTRE ALGUMAS LINHAS NO MERCADO E SUA UTILIZAÇÃO
  • LINHA 10: 100% algodão. Linha forte, pouco maleável, muito grossa e pode rasgar tecidos delicados ou sintéticos. Muito utilizada para fazer pipas e alguns trabalhos artesanais. Não é indicada para trabalhos com a máquina de costura. Outras linhas de algodão são muito finas e quebram com facilidade.
  • LINHA 100% POLIAMIDA (nylon) BONDERIZADO: Mais fina e maleável que a linha 10, porém bem resistente. O acabamento bondeado (plastificado), garante filamentos contínuos que não abrem (desfiam) ao costurar. Suporta tensão sem quebrar, garantindo uma maior resistência, durabilidade e qualidade ao trabalho. Atenção, nem toda linha 100% poliamida é bonderizada.  Leia o rótulo. Cores firmes que não desbotam. Linha de costura destinada ao mercado calçadista, coureiro, fabricantes de bolsas, malas, bolas, mochilas, indústria automobilística, estofados, colchões, etc. Indicada para tecidos grossos, lonas, tapeçaria, couros e assemelhados.
  • 100% POLIÉSTER: muito usada para fazer lingerie e uso em tecidos maleáveis. Pode arrebentar ao sofrer tensão ou ser muito esticada. Não é indicada para este projeto atual.
TROCA DO ESTOFADO DO ENCOSTO DE CAMA DE MINHA FILHA: 
«« A PARTIR DE AGORA EU IREI POSTAR A TROCA DO ESTOFADO DA CABECEIRA DA CAMA DE MINHA FILHA, CUJA ESTRUTURA, EMBORA PARECIDA COM O OUTRO QUARTO, TEM ALGUMAS DIFERENÇAS SIGNIFICATIVAS COM RELAÇÃO AOS MOLDES. O ESTOFADO DE MINHA FILHA É ALGUNS CENTÍMETROS MENOR E TEM A FORMA RETANGULAR COM AS PONTAS RETAS. JÁ O ESTOFADO DE MEU FILHO TEM A FORMA RETANGULAR, MAS COM AS PONTAS ARREDONDADAS. NO FINAL DA POSTAGEM COLOQUEI O OUTRO ESTOFADO PARA VOCÊS COMPARAREM»»
► Remova o tecido antigo. 
  1. Retire o encosto da parede. Alguns encostos são presos em parafusos ou estrutura de madeira em "L" presa na parede logo acima de um painel de madeira. Nos dois casos basta levantar as duas pontas para desencaixar. Vejam onde era encaixado o encosto estofado da cama de minha filha. 
  2. Leve o encosto para a área em que será trabalhado. Coloque-o com a parte de trás para cima.
  3. Estude os detalhes de cada peça a ser cortada e da costura para posteriormente fazer o mais próximo possível. Olhando os detalhes, feitos por um estofador com máquina industrial, eu quase desisti de fazer este trabalho. Mas, como sou teimosa e gosto de desafio, persisti na ideia de fazer este projeto eu mesma com minha máquina  de costura doméstica SINGER.
     
  4. Com a chave de fenda comece a retirar os grampos. Use um alicate para facilitar o trabalho. Cuidado para não danificar a madeira.
  5. Como o TNT que faz o fechamento no verso do encosto estava em boas condições, eu optei por reutilizá-lo. Portanto, apenas soltei os grampos necessários para liberar o tecido que seria trocado. A parte em que o TNT é preso na madeira, eu mantive sem mexer.
  6. Retire o tecido e guarde-o. Ele poderá servir como modelo para a confecção da nova capa.
  7. Retire os grampos que permanecem na madeira e vire o encosto com a espuma para cima.
► Observe o estado da espuma: Verifique a necessidade de trocar a espuma ou acrescentar um pouco mais. 
Se necessário recomponha a espuma usando cola quente ou cola específica para espuma. Se a espuma estiver muito danificada, pode ser necessário a sua troca. Use luvas e máscaras para o manuseio da cola. Dica: No encosto de minha filha eu acrescentei uma camada extra de espuma laminar de 1 cm de espessura. Foi um pedido que ela me fez para deixar o encosto mais macio. Por ter uma espessura pequena a espuma pode ser cortada com uma tesoura ou estilete. Comprei 70 cm de espuma com 1,90 metro de largura.

Primeiro corte as laterais e a parte superior, colando com a cola de contato específica seguindo as orientações do fabricante. Depois, corte a parte de cima usando o próprio encosto como molde e colei com a cola.
DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106; ESPUMA PARA ESTOFAR
Espere 24 horas para esperar a secagem total da cola e a evaporação do cheiro. Deixe o encosto em área arejada, sem poeira e com pouca circulação de pessoas ou animais domésticos.   
► Faça o molde em jornal ou no papel de sua preferência:
  1. Use o tecido retirado da cabeceira como modelo. Meça as medidas de cada parte que deverá ser cortada.
  2. Use jornal ou papel pardo para fazer o molde. Emende quantas folhas forem necessárias com o auxílio de fita crepe adesiva (ou outra de sua preferência).
  3. Com lápis, caneta e régua desenhe cada peça necessária para o trabalho. Abaixo uma figura ilustrativa dos meus moldes. Dica: as medidas são para o encosto que estou apresentando nesta postagem. Você precisa medir e usar suas próprias medidas.
  4. Corte o jornal com uma tesoura rende ao molde.
  5. Demarque cada parte cortada com as siglas abaixo, ou outra de sua preferência. 
    • F = FRENTE 
    • S = SUPERIOR 
    • I = INFERIOR
    • LD = LATERAL DIREITA
    • LE = LATERAL ESQUERDA   
    As laterais são iguais mas devem ser cortadas espelhadas. Para evitar erro optei por cortar dois moldes.
  6. Coloque os moldes sobre o encosto para confirmar as medidas e a posição correta de cada peça. Faça os ajustes necessários.
► Corte o tecido:
  1. Distribua os moldes sobre o tecido com o avesso para cima.  Se o seu tecido tiver sentido certo para cortar, ou alguma estampa para centralizar o momento é este.
  2. Fixe o molde com fita crepe adesiva se estiver usando couro natural ou sintético. Caso tenha optado por pano use alfinete de costura. 
  3. Risque os moldes no tecido usando um lápis grafite ou giz de costura (giz de alfaiate). Se você for fera em costura, não precisa riscar. Como eu não tenho muita prática, segui a risca esta orientação.
  4. Corte o tecido deixando uma margem de 1 cm em toda a volta para a costura em caso de couro natural ou sintético. Em caso de tecido deixe um pouco mais. 
  5. Corte tiras do tecido com 5 cm ou mais para servir de acabamento do encosto. É a parte que será usada para fixar o tecido na parte de trás da cabeceira. Esta tira deve ter o tamanho necessário para contornar toda a cabeceira. Se for preciso corte mais de uma tira para emendar posteriormente.
  6. Coloque as partes cortadas sobre o encosto para confirmar as medidas. Depois de costurado o conserto pode ser desastroso e inutilizar o tecido, principalmente se for couro ou similar. Primeiro coloque a parte que será a frente do encosto. em seguida a parte superior e inferior do encosto. Depois, coloque uma das laterais, verificando como ficará no encosto. Por último, confirme o outro lado. Dica: Como eu ainda iria comprar a espuma para acrescentar no encosto, eu tive que fazer as peças um pouco maior. Deixei maior um cm no comprimento d parte superior, inferior e laterais. Na parte da frente aumentei um cm no comprimento e largura. O ideal é fazer esta etapa depois de colar a espuma, mas eu já contei pra vocês como sou agoniada e apressada, né? kkkkkkkkkkkkkkk.
  7. Corte tiras de TNT com 5 cm de largura e comprimento suficiente para contornar as costuras. Estas tiras servirão para reforçar as costuras no momento de pespontar a capa do encosto, garantindo uma maior resistência ao trabalho.
    Dê uma olhada na foto abaixo como era no estofado velho.
► Costure o tecido ou couro na máquina:
    1. Regule sua máquina para o tipo de tecido que escolheu. Faça um teste antes com um pequeno retalho. Caso tenha escolhido couro natural ou sintético, faça o ponto comprido para evitar "cortar" o material.  
    2. Minha regulagem da máquina: Ponto reto; comprimento do ponto 4; tensão da linha 3 a 4; pressão do pé calcador 4.
    3. Importante que a bobina da máquina tenha a mesma linha que o carretel usado.
    4. Como o carretel era muito grande para minha máquina, fiz uma improvisação com uma chave de fenda e fita crepe para colocar o carretel. Não achei o suporte extra que vem com a máquina. Nada difinitivo, mas que resolveu a questão no momento.
      DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA;
    5. Comece costurando as partes laterais na parte superior e inferior, até fechar o círculo que irá envolver a peça da frente. Coloque direito sobre direito e costure pelo avesso. Para facilitar eu marquei com caneta vermelha o lado que será costurado na peça da frente do encosto.
    6. Depois, abra cada costura e posicione um pedaço de TNT sobre a mesma. Fixe com fita adesiva no caso de couro ou similar. Em caso de pano use alfinete de costura.
    7. Faça o pesponto. Como eu não podia usar alfinete ou alinhavar (couro sintético fura) eu fiz o pesponto pelo avesso. Se vc estiver usando pano sugiro que faça o alinhavo pelo direito. É muito mais fácil de controlar e ver o que está sendo feito.
    8. Tire a fita adesiva e corte o excesso do TNT.
      DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA;
    9. Costure a tira que irá servir para fixar o estofado no encosto. Atenção para não costurar o lado errado. O lado certo é aquele que a peça lateral tem um dente. Faça o pesponto como ensinado acima usando uma tira de TNT para reforçar a costura. Nos cantos (veja seta vermelha) faça alguns picotes na margem da costura do tecido se sentir necessário. De maneira que o lado direito não fique com falhas ou áreas repuxadas.
    10. Costure esta peça na parte da frente. Coloque direito com direito, tendo o cuidado de encontrar os 4 cantos do retângulo com os cantos das demais peças. Preste atenção para unir os lados certos.  Costure pelo avesso.
    11. Como o couro ecológico não desfia, o arremate da costura ficou por conta do presponto que foi feito em todas as costuras.
      ► Faça o acabamento final
      1. Coloque a capa na estrutura do encosto. É como vestir uma roupa justa. Tenha calma e vá puxando devagar de um lado e do outro até entrar totalmente. Se entrar com muita facilidade é porque está largo. 

      2. Procure coincidir os cantos da capa com os do encosto da melhor possível. 
      3. Veja como a capa ficou no encosto. Se precisar de ajustes finais a hora é esta. Caso o capa tenha ficado larga, sempre tem a opção de acrescentar mais espuma no encosto para ajustar a medida.
      4. Vire o encosto com o fundo para cima.
      5. Observe se as costuras dos cantos estão conincidindo com a estrutura de madeira.
      6. Usando o grampeador com os grampos próprios para estofar comece a fixar o tecido diretamente na madeira. Procure deixar o mais longe da borda da cabeceira. Para facilitar e evitar do tecido enrugar em um dos lados faça primeiro a fixação com um grampo no meio dos quatro lados da cabeceira formando uma cruz. Isto é, estique o tecido primeiro no sentido do comprimento maior da peça, em ambos os lados, prendendo com o grampo. Depois, estique no outro sentido. Intercale os estiramentos para que não formar dobras ou rugas na parte da frente. É importante ajustar bem o tecido ao encosto, mas sem criar depressões na espuma. Se ficar em dúvida vire o encosto e veja como está ficando o trabalho. Se o trabalho estiver bom, vire novamente e termine de grampear em toda a extensão do encosto.
        DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA;
      7. Tenha cuidado redobrado com os 4 cantos da cabeceira para que o tecido não fique franzido na parte que ficará aparente. Os cantos devem ser feitos por último. 
      8. Com o martelo (continuo usando o meu martelo de carne. Rsrsrsrsrs) introduza melhor os grampos que não estiverem bem encaixados na madeira. Dê pequenas pancadinhas para não danificar a cadeira.
      9. Fixe o TNT que servirá de proteção do verso do encosto. Dica: eu reaproveitei o que estava no encosto.
      10. Vire o encosto com a frente para cima. 
        DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA;
      11. Com auxílio de outra pessoa coloque o estofado na cabeceira da cama, encaixando e centralizando-o.
        DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA; 
      12. Veja como fica a lateral do encosto estofado apoiado no painel de madeira que compõe o mobiliário do quarto. A estrutura de madeira  estrutura de madeira usada para fixar o encosto estofado não fica aparente. A imprensão é que foi colado no painel, mas só foi encaixado. Para isto, o molde das laterais tinha aquele corte diferenciado formando uma "entrada". E, a parte inferior era mais estreita que a parte superior exatamente na mesma medida que foi retirada da "entrada" da lateral = 3 cm.  
        DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA;
      Vejam o antes e depois e comparem como ficou diferente, mesmo não tendo mudado a cor do estofado ou parede. Ficou novo e, segundo minha filha, mais macio e confortável. 
      DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA;

      TROCA DO ESTOFADO DO ENCOSTO DE CAMA DE MEU FILHO: 
      No encosto estofado do quarto de meu filho eu usei o mesmo material para estofar.
      DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA; COURO SINTÉTICO
      Segui o mesmo passo-a-passo descrito acima. A maior diferença dos dois encostos é que este não tem quinas. As laterais são curvas, o que altera um pouco os moldes. Abaixo, eu posto  o resumo do que fiz para vocês. Caso vocês resolvam fazer este trabalho em um encosto parecido, eu sugiro que leiam o passo-a-passo dos dois trabalhos. Um complementa o outro.
      1. Tirei o encosto da cabeceira e levei para o meu local de trabalho.
      2. Com a chave de fenda e o alicate.tirei todos os grampos, soltando o tecido antigo.
      3. Antes de tirar o tecido é importante analisar todos os detalhes. Olhe as emendas, as costuras, a fixação e fechamento do trabalho. Dá para observar o arredondado das quinas. A parte inferior e a parte superior da capa se encontram na lateral, na altura do dente para o encaixe no painel de madeira da cabeceira. Não existe costuras (emendas) em cada quina da capa. A emenda é feita no encontro das duas tiras (superior e inferior).
      4. Retire o tecido e guarde-o para ajudar na confecção da nova capa.
      5. Observe a espuma das laterais e parte da frente. Verifique a necessidade de troca ou de enxertar um pouco mais. Meu filho não pediu nenhuma alteração. Como a espuma estava em boas condições eu a mantive.
      6. Faça os moldes em jornal ou outro papel de sua preferência. A tira superior da capa é maior que a tira inferior. Isto porque a tira superior termina na lateral na altura do "dente" de encaixe da peça. Este dente não fica no meio da lateral, o que torna a tira superior mais larga. Abaixo uma figura ilustrativa dos meus moldes. Dica: as medidas são para o encosto que estou apresentando nesta postagem. Você precisa medir e usar suas próprias medidas.
      7. Posicione os moldes sobre o avesso do tecido usando fita crepe. Corte-os deixando 1 cm para costura em toda a volta de cada molde. Corte tiras longas do tecido com 5 cm ou mais de largura que será usada para fazer a fixação da capa na madeira. 
      8. Aqui também usaremos tiras de TNT com 5 cm de largura e comprimento suficiente para contornar as costuras, para  reforçar as costuras e garantindo uma maior resistência ao trabalho.
      9. Na máquina de costura, emende as tiras superior e inferior, formando um círculo. 
      10. Costure estas tiras na peça da frente da capa do estofado. Direito com direito. Sempre costurando pelo avesso. Dica: como as tiras possuem larguras diferentes por conta do "dente" no encaixe do encosto, é importante colocar as peças de tecido sobre o encosto  e marcar onde irá ficar a emenda. Se necessário use uma caneta ou lápis. Comece a costurar contornando toda a parte superior. Na curva dos cantos você irá precisar dar alguns cortes pequenos para não enrugar o tecido. Nesta área eu usei alguns alfinetes de costuras, sempre colocados na parte externa da costura. 
      11. Faça o reforço de todas as costuras usando as tiras de TNT.
      12. Costure a tira de couro sintético que irá servir para fixar o estofado no encosto. No ponto de encontro da parte superior com a inferior é preciso deixar a descida na parte do "dente" de encaixe livre. Para facilitar corte a tira nesta parte.
        Dica: para facilitar a compreensão veja a foto abaixo. Observe a seta e a linha vermelha. Ela demarca onde a tira de fixação deverá terminar.
      13. O pesponto usando uma tira de TNT para reforçar a costura eu fiz pelo avesso. Achei mais fácil para deixar as costuras abertas. Isto porque não eu não quis usar alfinete de costura no couro ecológico. Se você optou por outro tecido (que possa ser furado com alfinete) faça pelo direito. Fica bem mais fácil controlar a distância do pesponto com a costura pelo direito.
      14. Encape o encosto puxando nas pontas lentamente até que fique todo introduzido. Veja o lado certo para que a costura coincida com o "dente" da fixação. Alise com as mãos para diminuir o aspecto franzido que tenha ficado na hora de colocar a capa.
        DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA; COURO SINTÉTICO
        DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA; COURO SINTÉTICO
      15. Vire o encosto com a parte de trás para cima. Confirme se as costuras estão na posição correta. Puxe a tira que será usada para fixar a capa na madeira.
      16. Comece grampear toda a volta (como já explicado no outro encosto). Atenção especial nas curvas dos cantos.
      17. Fixe o TNT que servirá para dar acabamento ao trabalho.
      18. Vire o encosto e veja o resultado final.
        DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA; COURO SINTÉTICO
      19. Encaixe o encosto estofado no painel da cama. 
        DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA; COURO SINTÉTICO
        DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA; COURO SINTÉTICO
      20. Veja como a costura deve coincidir com o painel. 
        DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA; COURO SINTÉTICO
      Que tal uma visão geral do trabalho finalizado?
      DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA; COURO SINTÉTICO

      DECORAÇÃO QUARTO; CABECEIRA DE CAMA SOB MEDIDA; CABECEIRA DE CAMA PESPONTADA E ACOLCHOADA; CABECEIRA DE CAMA ALMOFADADA; COSTURA; DECORAÇÃO; DICA; FAÇA VOCÊ MESMO; REFORMA MÓVEIS E ESTOFADOS; SINGER;  GRAMPEADOR ROCAMA 106;  COSTURANDO COURO SINTÉTICO EM MÁQUINA DOMESTICA; COURO SINTÉTICO
      Gasto com os 2 estofados (preços de Recife em agosto de 2015 depois de pesquisar bastante):
      • Couro sintético:  R$ 25,00 o metro ► total: R$ 50,00
      • Espuma: (comprada por quilo) ► R$ 15,00  
      • Cola para espuma ►R$ 15,00
      • Linha 100% poliamida ► R$ 6,50
      * Atenção: a espuma só foi acrescentada em um dos encostos. Mesmo assim, apenas um complemento. Se não for o seu caso, você irá economizar na espuma e na cola. Mas, se você precisar trocar toda a espuma seu gasto poderá ser maior.
      Espero que tenham gostado. 
      Eu peço desculpas pelas explicações confusas e algumas repetitivas. O texto ficou bem longo para que tudo ficasse bem explicadinho e não deixasse dúvidas. Mas, não fiquem assustados ou desanimados. Fazer é bem mais fácil do que a maneira como explico. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Falta didática. Qualquer coisa é só perguntar, irei responder assim que puder. 

      Mil bjs e um abraço carinhoso a todos meus amigos, visitantes e seguidores.

      Para quem se animar: 

      BOA SORTE e SUCESSO NOS TRABALHOS!

      Obrigada pela visita!!!

      Nenhum comentário:

      Postar um comentário

      Queridos visitantes deixem o seu comentário que irei responder o mais rápido possível.
      Caso vocês fizerem alguma receita ou artesanato do meu blog, enviem as fotos para o e-mail: thecintra@gmail.com. Vou colocá-las na atualização do link correspondente.
      Um forte abraço!