Translate

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

REESTOFANDO BANQUETA

TROCANDO O ESTOFADO DE ASSENTOS DE ENCAIXE
decoração; reforma de móveis; faça você mesmo

Temos um piano antigo em casa e embora ninguém seja um exímio pianista, meu marido e meus filhos gostam de dedilhar ocasionalmente. Nada muito elaborado. Eu até tomei algumas aulas de piano. Porém, não consegui fazer minha mão esquerda decifrar as partituras, nem mesmo a tentar. Foi frustrante. Rsrsrsrsrsrsrsrs.
Quando criança, eu cheguei a pedir ao meu pai que me inscrevesse no Conservatório de Música de nossa cidade. Ele não levou meu desejo a sério. Talvez porque na época não tínhamos piano em casa e nem espaço para alocar um. Não queria outro instrumento e terminei por desistir. 
Pelas minhas tentativas nos últimos tempos eu cheguei a conclusão que não era pra ser. Além de uma mão esquerda desobediente, meu ouvido não é nada musical. Frustração ao quadrado. 
Na última regulagem fomos informados que não seria mais possível a sua manutenção sem a troca de vários elementos. Algumas teclas estão totalmente desafinadas e sem condições de reparo. E o valor estava totalmente fora de cogitação. Fato agravado pela escassez de profissionais do ramo em Recife-PE.
Apesar disto tudo, todos temos um carinho especial por este instrumento de origem americana do início do século passado. Algo entre 1920 a 1940. Sempre que falamos em desfazer do piano a ideia é imediatamente eliminada. Hoje ele é mais uma peça de estimação e decoração.
O piano veio acompanhado de uma banqueta que acredito não seja da mesma década. Esta banqueta tem o seu assento estofado com um tipo de couro sintético. Até aí tudo bem. O estofado ainda está em boas condições, mas a cor...  É horrorosa. CINZA. 
banqueta para piano; reforma de móveis; estofando banqueta; estofando banco; grampeador rocama;
Como é que alguém escolhe uma cor destas para a banqueta de um piano clássico? Apesar de odiar esta escolha ainda não tinha criado coragem para mudá-la. Até o dia em que troquei o estofado de minhas cadeiras.
Fiquei olhando os retalhos que sobraram e bateu aquela urgência de trocar o estofado da banqueta (depois de alguns anos pensando nisto. KKKKKKKKKKK).
Aproveitei a deixa do momento e fiz a troca. Vejam se não ficou melhor?
Uma boa opção seria usar veludo vermelho. Ficaria bem tradicional e levantaria o visual. Mas, por que gastar com tecido se tinha sobra de minhas cadeiras? Para concluir a decoração resolvi deixar as duas cadeiras excedentes ao lado do piano. (Lembram? Tenho 6 cadeiras medalhão, mas só deixo 4 em minha mesa de refeição). Gostei do visual final. E tenho a vantagem de ter as cadeiras próximas caso chegue uma visita.
banqueta para piano; reforma de móveis; estofando banqueta; estofando banco; grampeador rocama;
Quem viu minha postagem anterior sobre o estofamento das cadeiras, irá ver que este trabalho é muito mais fácil e prático. Isto porque o assento sai da banqueta o que facilita o serviço. O tecido será fixado na parte de baixo do assento e dispensa maiores acabamentos.
banqueta para piano; reforma de móveis; estofando banqueta; estofando banco; grampeador rocama;

Como o meu assento tinha certa folga na banqueta e a espuma não seria trocada, eu nem sequer tirei o forro anterior. Isto mesmo eu coloquei o novo tecido sobre o velho. Se você for trocar algum estofado de banqueta, banco ou cadeira que seja similar ao meu, primeiro veja se terá que retirar ou não o tecido velho. Neste caso, use uma chave de fenda e alicate para retirar os grampos e o tecido.
Além do encaixe ser justo, pode acontecer de precisar trocar a espuma do assento. Se este for o seu caso use espuma com 5 cm de altura (D28).
Se vocês quiserem ver com maiores detalhes como eu fiz, estou disponibilizando abaixo os materiais empregados e o passo-a-passo detalhado.

MATERIAIS NECESSÁRIOS:
  • Banqueta
  • Tecido para estofaria (ideal que seja impermeável) 
  • Alfinetes de costura
  • Termolina leitosa caseira ou industrial.
  • Pincel chato fino
  • Fita crepe adesiva
  • Grampeador do tipo revólver Grampeador Rocama para artesanatos ou o específico para profissionais: Grampeador Pneumático.
  • Grampos galvanizado específico para estofar de acordo com o seu grampeador (eu usei o de referência 106/6)
  • Martelo
PASSO-A-PASSO:
  1. Meça a largura e altura do assento para calcular o tamanho necessário do tecido. Inclua em sua medida a quantidade que será puxada para baixo do assento.
  2. Providencie os materiais necessários. O grampeador é próprio para estofar. Não use aquele escolar ou de escritório. Não dá certo. O grampo deve ter as pontas pontiagudas para melhor penetração na madeira e ser compatível com o seu grampeador.
  3. Se o seu tecido não for liso, veja como o tecido escolhido será cortado para melhor adequar a estampa ou listras. Como no meu caso era um retalho, não consegui centralizar o desenho maior. Mas, procurei fazer de tal forma que as demais flores não ficassem cortadas ao meio e ficassem melhor distribuídas no assento. Se precisar, use alfinetes de costura para fixar o tecido.
  4. Meça o tecido de acordo com a medida tomada anteriormente ou corte usando o próprio assento como molde. Não se esqueça de deixar sobra em todas as laterais que serão puxadas para baixo.
  5. Como o meu tecido desfia bastante eu contornei a beirada das laterais com termolina leitosa caseira com um pincel chato fino. Frente e verso. Dica: A termolina leitosa eu usei a caseira (receita AQUI). 
  6. Deixe a termolina secar bem e corte os fios soltos. 
  7. Vire o tecido com o lado do avesso para cima. Coloque o assento sobre o mesmo com a parte de baixo também para cima. Dica: Para melhor aproveitamento da figura de rosas maior, que estava próxima de uma das extremidades, eu optei por começar a fixar o tecido neste ponto. Também optei por deixar uma margem pequena de tecido para manter o máximo possível do desenho no assento. Para isto usei fita crepe para fixar o tecido na posição desejada.
  8. Municie seu grampeador e comece a fixação por um dos lados. Não coloque grampo nas extremidades da extensão do assento onde será feito o canto (veja mais abaixo). Dica: como o lado que fixei com fita crepe era o que tinha uma menor sobra de tecido, eu comecei por ali.
    banqueta para piano; reforma de móveis; estofando banqueta; estofando banco; grampeador rocama;
  9. Use o martelo para melhor introduzir os grampos, se necessário.
  10. Retire a fita crepe e se necessário coloque mais grampos para uma melhor fixação do tecido.
  11. Faça a fixação do lado contrário ao que foi feito e depois faça as laterais. Tenha o cuidado de deixar os cantos sem fazer.
     
  12. Faça os cantos do assento. Puxe a ponta para cima em direção ao centro do assento. Tenha cuidado para não formar dobras na lateral do assento que irão dificultar o encaixe na banqueta. As dobras devem ficar apenas no fundo do mesmo. 
  13. Fixe as pontas com o grampeador.
  14. Vire o assento e veja se o resultado final está do seu agrado.
  15. Encaixe o assento na banqueta. Ele deve encaixar sem dificuldades.
    banqueta para piano; reforma de móveis; estofando banqueta; estofando banco; grampeador rocama; impermeabilizando tecido.
  16. Se o seu tecido não for impermeável não deixe de providenciar a sua proteção. Dica: veja maiores detalhes AQUI
Vejam como ficou linda minha banqueta junto ao piano.
banqueta para piano; reforma de móveis; estofando banqueta; estofando banco; grampeador rocama;

E para tirar dúvidas se valeu a pena o trabalho, posto o antes e depois.
banqueta para piano; reforma de móveis; estofando banqueta; estofando banco; grampeador rocama;

Para quem se animar: 

BOA SORTE e SUCESSO NOS TRABALHOS!

Obrigada pela visita!!!

4 comentários:

  1. Era mesmo essa dica que eu precisava. Estou a pensar estofar uma sapateira, já comprei o tecido, mas não sabia como executar. Obrigado por divulgar :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Arte de viver e pintar!
      Fico contente em ter ajudado. Bom trabalho e sucesso sempre.

      Excluir
  2. querida,
    onde encontro este grampo pontiagudo? pode dizer a marca dele para eu procurar?
    abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marie, bom dia!
      Eu comprei em uma loja de artigos para estofar. Normalmente, em lojas que vendem couros tem, ou pelo menos eles sabem informar onde comprar. Procure por grampos galvânizado específico para estofar (eu usei o de referência 106/6). É importante que o grampo seja compatível com o grampeador usado que deve ser do tipo revólver para estofar (eu usei o da marca ROCAMA, mas tem outras marcas no mercado). Não use grampeador de escritório.
      Espero ter ajudado. Qualquer dúvida não deixe de escrever. Irei responder o mais rápido possível.
      Abraços e obrigada pela visita.

      Excluir

Queridos visitantes deixem o seu comentário que irei responder o mais rápido possível.
Caso vocês fizerem alguma receita ou artesanato do meu blog, enviem as fotos para o e-mail: thecintra@gmail.com. Vou colocá-las na atualização do link correspondente.
Um forte abraço!