Translate

domingo, 16 de junho de 2013

PAPEL DE PAREDE - HALL SOCIAL

Colocando papel de parede pela primeira vez!!!

Um belo dia eu, simplesmente, cismei com o meu hall social.
Realmente estava apagado e totalmente sem graça. Olhei para aquele espaço e decidi que era hora de mudanças. Mas não queria uma grande reforma e nada oneroso.
O que fazer? Oh, dúvida cruel. Decorar com dinheiro é fácil, muito fácil. 
Não queria tirar o quadro, que, aliás, gosto muito. É de um artista de Gravatá-PE.
Juntamente com minha cara metade, pensamos, pensamos e pensamos... e nada.

Aí, um belo dia, entre os corredores de uma loja de materiais de construção, encontramos a solução: PAPEL DE PAREDE.

Nunca tínhamos colocado papel de parede. Aquilo seria um desafio. E por que não?

Trocamos olhares de cumplicidade e iniciamos a escolha do rolo. As opções não eram muitas, também a loja não era a mais indicada. Existem lojas praticamente exclusivas em papel de parede. Não era o caso. Mas, lá estava um rolo texturizado imitando fibra natural. Amamos.

Não tivemos dúvidas e compramos de imediato os materiais necessários: 01 rolo de papel de parede, 01 rolinho de espuma, 01 brocha, 01 sachê de cola em pó para papel de parede.
Colocando papel de parede pela primeira vez; DECORAÇÃO; PAPEL DE PAREDE; FAÇA VOCE MESMO
Chegando em nosso apartamento, reunimos o restante do material: escada, metro de costura (kkkkk), fita métrica, esquadro (dos filhos), estilete, tesoura, lápis. E, principalmente, muita animação.

Iniciamos o trabalho em conjunto. Trabalho inédito para nós.

Primeiro seguimos as instruções para a diluição da cola em pó. Usamos apenas a metade. Nosso primeiro susto. ECA!!! A cola parecia algo como um sagu. Era uma gosma cheia de caroço. A instrução da cola dizia ser normal e recomendava aguardar meia hora. O jeito era ter paciência e esperar.

Durante a espera resolvemos cortar o papel em tiras para facilitar a colagem. Segundo susto.  Não parece, mas, a parede tem uma diferença de quase 1,5cm na altura do lado direito para o lado esquerdo. Inclinação não visível. Constatamos o fato tanto com o metro de costura, como com a fita métrica. Não temos nível de pedreiro, aquele com uma ampola com líquido. Novos cálculos e marcações. Aaaaffff.
Colocando papel de parede pela primeira vez; DECORAÇÃO; PAPEL DE PAREDE; FAÇA VOCE MESMO
Marca, remarca. Cuidado pra não cortar no lado errado. Para evitar surpresas desagradáveis, cortamos tiras maiores que o previsto. Depois é só dar o acabamento final com estilete.

Hora de colar o papel. Grande momento da verdade. Calma, muita calma nesta hora. Se a primeira tira for aplicada corretamente, as demais irão pelo mesmo caminho.

Antes, nós assistimos alguns vídeos do Google sobre o assunto. Muito bom para ter uma visão geral do que você irá enfrentar. Para nossa "felicidade", só fizemos isto depois do material comprado e cortado. Com muita coragem e determinação seguimos com o projeto.

Alguns vídeos orientam a aplicação da cola direto na parede e outros no papel. Inicialmente achamos mais prático passar a cola na parede e não no papel. Usamos o rolinho e a brocha para o canto da parede. Começamos a aplicação do papel com o máximo de cuidado e atenção. Sempre deixando uma sobra no canto e nas pontas (teto e chão). Com um pano começamos a alisar aqui, ali e acolá. BOLHAS. Com um aperto no coração, tentamos minimizar ao máximo as bolhas. Descola aqui, puxa ali. E neste vai e vem, SURPRESA. Cadê a cola? A parede absorveu toda a cola aplicada! Metade da primeira tira colada e a outra metade solta. E agora? Enrola até a parte já colada e mais cola na parede. Rápido! Senão a parede absorve tudo de novo. Novos desafios, novas dúvidas. Será que a cola vai dar? Bom, se não ter, ainda temos a outra metade guardada.

Enfim a primeira tira foi aprumada, colada, alisada e acariciada. Acredite, a primeira é a mais difícil. Depois é moleza. Melhor ainda porque escolhemos uma padronagem sem motivos (desenho) combinados ou alterados. Isto, e o fato do papel ser texturizado e rústico, facilitou muito nosso trabalho. Principalmente por ter sido o primeiro. Aconselho a quem quiser se aventurar pela primeira vez, que escolham um desenho simples, sem nada elaborado. Assim você não vai se estressar tentando encaixar o desenho de uma faixa com a outra.

Dê o acabamento final com as costas de uma tesoura, fazendo vincos nas margens excedentes do teto, rodapé e canto da parede. Levante um pouco o papel e corte com a tesoura cuidadosamente ou use o estilete e uma régua. Acho que o acabamento com o estilete fica muito melhor. Se o papel estiver muito úmido, espere secar para não rasgar.

No final, a cola ficou homogênea, a diferença da parede foi transferida para o papel, as bolhas sumiram milagrosamente e o resultado final foi 10.


Amei. Estou até pensando em aplicar papel de parede em outras áreas da casa. rsrsrsrsrsr

PRONTINHO, TRABALHO TERMINADO, HALL COM NOVO VISUAL.
Colocando papel de parede pela primeira vez; DECORAÇÃO; PAPEL DE PAREDE; FAÇA VOCE MESMO
Aproveitando a sobra do papel de parede, transformei uma velha caixa de sapato em uma caixa porta qualquer coisa.



E O MELHOR DE TUDO É A SATISFAÇÃO DE INFORMAR AOS AMIGOS E FAMILIARES: “EU QUE FIZ!”.

(Tá bom! Meu marido ajudou, e muito. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk). 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Queridos visitantes deixem o seu comentário que irei responder o mais rápido possível.
Caso vocês fizerem alguma receita ou artesanato do meu blog, enviem as fotos para o e-mail: thecintra@gmail.com. Vou colocá-las na atualização do link correspondente.
Um forte abraço!